A marca do pioneirismo presente em vários setores

Indústria Sucroalcooleira - Percebendo a oportunidade de fazer crescer a agroindústria açucareira em Minas, o BDMG deu início a um profundo diagnóstico do setor. O estudo apontava para sua obsolescência e recomendava medidas para reequipar tecnologicamente as usinas, ampliar algumas e realocar outras. Imediatamente após a conclusão do estudo, o Banco elaborou o Programa de Recuperação da Agroindústria Açucareira, em 1967/1968, quando foram adotadas as seguintes medidas saneadoras: estímulo à constituição da Cooperativa de Produtores de Açúcar em Minas Gerais; constituição do Fundo Especial para Financiamento das Usinas Açucareiras; acordo com o Instituto do Açúcar e do Álcool (IAA), visando financiar projetos de expansão, melhoria de produtividade, fusão e relocalização de usinas açucareiras do Estado; instituição do Programa de Saneamento Financeiro (Prosafi).

"A Indústria de Açúcar em Minas Gerais"  - Dir. José Américo Ribeiro; Roteiro e Montagem: José Tavares de Barros; Realização: Filmes D'El-Rey.

Filme realizado com a colaboração do BDMG e da cooperativa dos produtores do açúcar em Minas Gerais Ltda.

 

Cerrados - Em 1971, com base em experimentações realizadas anteriormente, o BDMG elaborou e executou o Programa de Crédito Integrado (PCI), que estabeleceu um marco de pioneirismo na ocupação efetiva de parte do cerrado mineiro. O programa atendeu, especificamente, às regiões do Triângulo, Alto Paranaíba e Paracatu, com o objetivo de incrementar as exportações brasileiras de produtos primários, abrangendo desde a pesquisa agronômica básica até a comercialização do produto.

Na área de agricultura de cerrados, a ação do BDMG se estendeu de forma progressiva e pioneira através de outras iniciativas como o Programa de Assentamento Dirigido ao Alto Paranaíba (Padap), o Programa de Desenvolvimento do Cerrado (Polocentro) e o Programa de Cooperação Nipo-Brasileira para Desenvolvimento do Cerrado (Prodecer I e II). De forma integrada com outros órgãos, como a Emater e a Ruralminas, financiou produtores, prestou-lhes assistência técnica, contribuindo para o aumento da renda, a geração de novos empregos e a melhoria do padrão de vida das famílias atendidas. Vale ressaltar, ainda, o papel fundamental desempenhado pelo BDMG na criação da Companhia de Promoção Agrícola (Campo), em parceria com uma instituição japonesa, e que, mais do que possibilitar a conquista do cerrado, representou o domínio de tecnologia de agricultura tropical, levando o Brasil a uma produção aproximada de três milhões de toneladas de grãos, em 1977.

Assinatura dos atos constitucionais da CAMPO, no Palácio dos Despachos, Belo Horizonte, MG.1978. Acervo BDMG.

 

O presidente Carlos Alberto Teixeira de Oliveira, diretoria e técnicos do BDMG em visita a Paracatu/MG, pelo programa Prodecer II. 1989. Acervo BDMG.

 

Plantações de Soja e trigo em São Gotardo/MG. 1984. Acervo BDMG.

 

 

Profloresta - Em prosseguimento aos seus programas de apoio ao reflorestamento, desenvolvidos desde a década de 1970, o BDMG viabilizou, a partir de 1988, o Programa de Conservação e Produção Florestal do Estado de Minas Gerais (Profloresta). Negociado junto ao Banco Mundial, foi um programa pioneiro no Brasil, de grande importância econômica e ecológica. O Profloresta visava à formação de florestas homogêneas, para incrementar a produção de madeira para fins industriais, atendendo à legislação estadual que fixava prazo para as empresas se tornarem autossuficientes em matéria-prima florestal até 1998. O Programa atuou, também, no controle da exploração de florestas, criando novas áreas de conservação, prevenindo e combatendo as queimadas e os desmatamentos ilegais. 

Celulose Nipo-Brasileira (Cenibra). A indústria da celulose foi destaque entre os financiamentos do Profloresta. 1971. ACERVO INDI

 

 

_________________________________________________________________________________

LINKS RELACIONADOS

O BDMG direciona o desenvolvimento de Minas

Trabalho integrado impulsiona setor de mineração

Siderurgia: aões centradas na vocação do Estado

BDMG investe na modernização do setor têxtil

Depoimento de Paulo Afonso Romano

Entrevista com José Lana Raposo 1  2 e 3

Entrevista com Teodoro Alves Lamounier 1  e 2

Entrevista com Tadeu Barreto Guimarães

14/08/2012 08:29
Texto
indústria sucroalcooleira, PRODECER, CAMPO, cerrado, profloresta

COMENTÁRIOS (0)


Esta postagem ainda não possui comentários.
Conteúdo enviado por:
Postado em:
13/08/2012

MIDIATECA (319)

MINHA REDE (0)

BDMG ainda não possui usuários em sua rede.

Atenção:

*
Informe uma ou mais mídias que seu comentário contém
*
Para o upload de vídeos sugerimos que seus arquivos sejam carregados em canais como youtube ou vimeo e que você cole os códigos embed no campo abaixo. O upload diretamente em nossa ferramenta é permitido para arquivos nos formatos .flv e .mp4, com tamanho até 60 mb, por meio do ícone .  Para inserir fotos utilize o ícone   e para áudios .


  Tags separadas por vírgula.

Ex: história, acervo, economia

 
Clique no icone para anexar documentos como pdfs e planilhas.